segunda-feira, Julho 11

Luanda


Como as mulheres envelhecidas em cujas formas já imperfeitas se reconhece ainda os vestígios da beleza de outrora, Luanda deve ter sido bonita. Há muito não o é!
.
O sofrimento fez de Luanda uma cidade feia. Um país que é rico em petróleo, mas a maioria do povo não se beneficia disso. E seguem os pobres comprando garrafinhas de petróleo iluminante que acendem à noite para compensar a luz eléctrica ausente da maioria dos mussekes (versão angolana das favelas brasileiras) que se proliferam pela cidade, impulsionados pela guerra e a corrupção. Há lixo nas ruas esburacadas e boiando nos esgotos a céu aberto, carcaças de automóveis envelhecendo ao sol, muros onde se lê apelos inúteis do tipo "Proibido mijar" e "Proibido deitar lixo" ou "Força Angola, tudo passa". Mas não passa!!!
.
Nas esquinas, mutilados vestindo farda do exército pedem esmola; crianças pedem comida. E gente, gente que não acaba mais, milhões de pessoas em constante movimento, é assim que a capital do país está!
Deveria ter 600 mil habitantes mas abriga de qualquer jeito 4 milhões de pessoas deslocadas tentando sobreviver a qualquer custo batalhando a água de cada dia, vendendo pão, telefone sem fio, papel higiênico, peixinho de aquário desbotado, tábua de passar roupa, jogo de faca, perfume barato, calça jeans, talco, bloco de cimento, tudo que possa virar dinheiro e, portanto, comida.
A não ser pelos panos estampados que as mulheres enrolam no corpo, Luanda é uma cidade descolorida. A palavra quer dizer "terra vermelha", mas os musseks, as favelas que dominam a paisagem da capital, são feitos de barracos cinzentos. As casas de Luanda há anos desconhecem tinta. Nos prédios incolores, as vidraças há muito partidas são trocadas por pedaços de papelão ou tabiques de madeira, o que os torna ainda mais feios. Há falta de luz em quase todo lado, só os geradores iluminam as casas com fios desencapados perigosamente dependurados aqui e ali. Água também não tem, esgoto muito menos, quando chove é o caos.
Condomínios crescem nos arredores de Luanda mas condenados porque estão rodeados de Musseks... onde vais parar Luanda???
-
Por:
JOSÉ REZENDE
BRASIL

1 comentário:

Anónimo disse...

achei muito interessante e vcs falao nesta pag da web