quarta-feira, dezembro 7

From: USA To: Angola*

Florida, 07 de Dezembro 2005
.
Mano Jossias, como se vê, "as árvores não te deixam ver a floresta"!
Como podes clamar-te pobre e pedires o meu apoio para a compra da casa, quando és capaz de pagar por uma cerveja quase 1 dólar, mais do dobro do que eu pago; quando te dás ao luxo de pagar tarifas de telefone fixo ou celular, cerca do dobro do que me custam a mim e ainda por cima permites que essas mesmas tarifas sejam aumentadas sem sequer te avisarem; ou quando compras uma viatura por US$ 25.000,00 que a mim não me custa mais do que US$ 12.000,00, completa de extras que me permitem viajar a todo o lado em segurança e conforto e repara que com o dinheiro que pagas aí pelos extras, eu aqui compro a mesma viatura com extras de série!
EU NÃO TE ENTENDO!!!
.
E a gasolina? Sabes quanto pago por litro? US$ 0,36! Quanto pagas tu?
AINDA VIAJAS, MANO?
.
Quando tu queres comprar casa quanto te custa? Falaste em US$ 120.000. E se fores ao Banco pedir financiamento, pagas 10 casas iguais em 15 anos, ao juro anual de 45%. Sabes quanto me custa a mim? Menos de USD 25.000. E posso pagar nos mesmos 15 anos a juros inferiores a 3%.
ÉS UM HOMEM RICO, IRMÃO!!!
.
Sabes que ainda o ano passado a Tina teve os gémeos num hospital que mais parecia um hotel e quanto paguei? ZERO!!!
Quanto te custa a ti um parto numa qualquer clínica? Mais de US$ 1.500!
.
E a tua reforma? Já fizeste os planos de como vais viver quando te reformares e receberes mensalmente menos de US$ 40? Como morreu o Papá, depois de 6 anos à espera de uma reforma que nunca chegou e que acabou por matá-lo? E os quase 40 anos de trabalho dele nos CFB, contaram para quê?
Sabes quanto recebo eu, de cada vez que por doença justificada tenho de faltar ao trabalho? US$150 por dia! E daqui a 15 anos quando me reformar? Mais de US$ 5.000 mensais até morrer ou então a totalidade dos meus descontos ao longo da vida, acrescidos de 100%, de uma única vez!
ÉS DECERTO MUITO RICO PARA ESBANJARES DINHEIRO ASSIM!!!
.
Tu aí em Luanda, cada vez que te queres deslocar ao Sumbe, pagas de transporte ida e volta mais de US$ 30, arriscas a vida em carros que mal servem para transportar gado, enquanto eu, porque sou emigrante pobre, por cerca de US$ 10 mês, tenho direito a um título que me permite deslocar dentro do Estado da Florida para qualquer local, sem pagar mais um cêntimo, e na maior das comodidades.
.
Quem é rico e quem é pobre? Se conseguires responder-me a isto de forma convincente, falarei à Tina na possibilidade de te ajudar, apesar de sinceramente me parecer que não precisas!
.
Um grande abraço do mano Jeremias
.
.
*Adaptação por MN, texto original in Pululu blogspot.

3 comentários:

Silvio Vasconcellos disse...

Perfeito post!

Exatamente isso que nos diferencia dos países ricos. Somos explorados dentro e fora de nossos países e não somos capazes de agir.

Não pense que no Brasil é tão diferente!

Pelusa disse...

A culpa não é do Jossias....a culpa é da conjuntura do nosso país.

Quem é emocional como eu, diz que pelo PIB do nosso país, poderia chamar-se cada habitante ao Ministério das Finanças e ser-lhe doado US$ 500.000, que o nosso país não ficaria mais pobre. Com esse dinheiro, as pessoas poderiam organizar as suas vidas e tentar evoluir a todos os níveis.

Os mais racionais, dirão e, infelizmente cobertos de razão, que não adiantaria porque não vale a pena colocar dinheiro na mão de quem só se importa em beber, ter grandes carros e que o seu objectivo de vida é senão, não ter preocupações se estiver com uma garrafa de cerveja na mão.Não se preocupam em evoluir cultural e cívicamente, salvo as excepções que são rarissimas.

O nosso país está assim não só por culpa dos governantes mas, també por culpa do povo. Não se importa em obter escolaridade pela via legal, aprendendo e afixando conceitos, por exemplo. Não é de admirar, que postos no mercado de trabalho sejam incapazes de ser auto-didactas e tenham sempre de esperar pela formação que a empresa promoverá, quando ela já deveria ser adquirida aquando dos seus estudos. Não tenhamos ilusões.

Um exemplo, são os cursos de informática ministrados em Angola. É de rir as gargalhadas. Porque se tivessem de prestar provas, numa faculdade que não seja angolana, e sem ser exigente, bastava ser portuguesa, mais de 95% dos alunos reprovava e em cadeiras de programação.

Há que mudar mentalidades. Há que mentalizar os jovens a ter iniciativa. Ajudar aqueles que têm iniciativa mas não têm meios, esses sim, podem reclamar o facto de não lhes ser facultada a oportunidade evoluir e deixar de ser explorado.

Um abraço,

Pelusa

JF disse...

Caro Pelusa, estou de acordo contigo em alguns aspectos porque vejamos:

Realmente a nossa juventude esta cada vez mais inclinada para o alcool e no dia/dia mas quanto a formação penso que esta é muito deficiente desde a primaria.Temos professores no ensino primaria,secundario, medio e até mesmo universitario com graves problemas a todos os niveis,existe muita corrupção nas escolas. Se reparares verás que as universidades privadas(que tbem não possuem grandes qualidades em termos de ensino) têm estado a formar mal ou bem muito mais alunos do que as universidades publicas.Infelizmente estas universidades privadas são caras e nem todos têm capacidades para frequenta-las. Penso que é da responsabilidade do Governo verificar o ensino e garantir que cada jovem tenha no minimo o ensino medio com uma qualidade aceitavel. Penso que só assim teremos um crescimento dos jovens. A pergunta que se coloca é: será que este governo esta interessado no desenvolvimento dos Jovens?